Eu já...



Eu já chorei de tanto rir.

Eu já tropecei nos meus próprios pés.

Eu já adoptei três cães da rua.

Eu já fui a única rapariga nos treinos de futsal.

Eu já fui (e sempre serei) Salesiana.

Eu já descobri o meu restaurante preferido.

Eu já dei mil oportunidades a pessoas que continuamente me atraiçoavam.

Eu já deixei de as dar.

Eu já desmaiei duas vezes e ia perdendo os sentidos outras quatro ou cinco.

Eu já fui contra uma rocha no mar e saí da água com as pernas a escorrer sangue.

Eu já fui do Benfica, depois mudei para o Sporting.

Eu já tive os dentes completamente tortos e usei aparelhos durante 8 anos.

Eu já me apaixonei por um rapaz que era claramente gay.

Eu já me apaixonei por uma rapariga.

Eu já fiquei um ano sem falar à minha melhor amiga.

Eu já recuperei amizades que pareciam perdidas para sempre e perdi amizades que achei durarem o resto da minha vida.

Eu já dei sangue.

Eu já vi o meu primeiro cão a morrer nos meus braços.

Eu já andei de burro.

Eu já andei com burros.

Eu já fui protegida de dois assaltantes por uma cadela vadia da minha rua.

Eu já vomitei debaixo da Torre Eiffel.

Eu já me arrependi de não ter dado um último beijo ao meu avô antes dele morrer.

Eu já vi a minha prima a ganhar a luta contra o cancro.

Eu já fui pedida em namoro no Pontão do Tamariz, com as dimensões de um pedido de casamento.

Eu já participei num flashmob.

Eu já dei um concerto com o meu primo, que na altura não sabia que era meu primo.

Eu já tive 5 Déja-Vus numa semana.

Eu já fui percorri mais de 600 km só para matar saudades.

Eu já pedi desejos a estrelas cadentes.

Eu já rezei, com todas as minhas forças, para esquecer alguém.

Eu já fui para a rua por estar a rir-me do pirilau saliente nas calças do meu professor de geografia.

Eu já fiquei em 3º lugar num concurso de dança.

Eu já estive num coro.

Eu já aprendi a tocar guitarra e piano sozinha.

Eu já dormi literalmente na rua, nas escadas da casa da minha tia no Alentejo.

Eu já toquei uma música com o Rui Veloso, no meu 5º ano.

Eu já toquei à campainha e fugi. E fui apanhada.

Eu já vi as chamas a chegarem até mim em trinta segundos.

Eu já quase perdi os sentidos na cozinha por causa do fumo dos incêndios.

Eu já planeei um café surpresa para dar uma lição a um gajo.

Eu já recebi uma vaca de peluche grande como presente e andei a passear com ela pela Marina de Cascais.

Eu já me apaixonei perdidamente por um professor que nunca mais vi.

Eu já chorei baba e ranho numa Eucaristia das Salesianas.

Eu já perdi 10 kg em 3 meses devido ao stress.

Eu já fui convidada para ir a New Jersey pelo grupo de americanos a quem andei uma semana a servir pequenos-almoços,.

Eu já fui de pijama para a faculdade.

Eu já encontrei a melhor pessoa do mundo.

Eu já pintei a biblioteca de uma escola.

Eu já conheci pessoas pela Internet.

Eu já nadei com golfinhos.

Eu já quis pagar para darem uma sova a uma pessoa.

Eu já adormeci na maior paz do mundo que são os braços dele.

Eu já chorei ao ouvir a tuna da minha faculdade a tocar a Balada do Estudante.

Eu já acordei às 4h da manhã para ir ver o nascer do sol à Serra de São Simão.

Eu já mandei postais a desconhecidos.

Eu já me apaixonei perdidamente pela dança contemporânea.

Eu já achei estar a trocar sms com ele em Madrid e receber um beijo porque ele voou literalmente para me fazer uma surpresa.

Eu já mandei uma mensagem de agradecimento e apreço a uma pessoa que me respondeu "Apaga o meu número".

Eu já fui convidada para ir a um campeonato de Ski em Andorra.

Eu já fiz um remake de uma fotografia de há 16 anos atrás.

Eu já aprendi a ser feliz sozinha.

Eu já encontrei o meu poema preferido.

Eu já escrevi num relatório de um trabalho que o professor era considerado o mais sexy da escola. E entreguei.

Eu já convenci um polícia a não passar-me uma multa de 300€.

Eu já conheci uma pessoa na paragem de autocarro que me marcou para o resto da vida e que nunca mais vi.

Eu já fumei um cigarro, odiei e jurei para nunca mais.

Eu já carreguei todos os dias a mala da minha directora de turma enquanto ela estava grávida.

Eu já toquei guitarra até os dedos sangrarem.

Eu já compus uma letra para uma música hiphop.

...

E tu, o que já fizeste?

4 comentários:

Miúda disse...

eu ja fiz tanta coisa que provavelmente nao me lembro de metade :p

se calhar uma lista como esta era uma ajuda :p

quem sabe nao te copio um dia destes :p

Marga disse...

Eu também achava que não me lembrava e quando dei por mim plof :p

Estás à vontade que eu também sou uma copiona eheh

Marta Santos disse...

Adorei o facto de ter estado presente ou ter assistido a alguns dos teus momentos "Eu já...". Há um que não concordo "Eu já encontrei o meu poema favorito". Acho que quanto mais lemos, mais poetas vamos descobrindo, por isso não acredito que com 20 anos já tenhamos descoberto o poema de eleição. Ainda há por aí tantos outros maravilhosos por ler e outros ainda por escrever...

Margarida Almeida disse...

Acredita que já. Já li muitos mais poemas depois daquele e aquele continua a ser o meu preferido. Depois tenho outros que gosto mesmo muito e que são dos meus preferidos, mas o tal... Dificilmente alguém supera :)